4ª Oficina do PJ fala sobre assédio sexual e moral nos espaços de poder

Vereadores conquistam veículo para o Município
16 de abril de 2018
Acompanhe o trabalho do Poder Legislativo!
16 de abril de 2018

A Escola do Legislativo realizou na última quinta-feira, 12, a 4ª Oficina do Parlamento Jovem, que teve como tema: “Violência contra a mulher nos espaços institucionais de poder” e a palestra ficou a cargo do investigador da Polícia Civil, Maurício de Carvalho Botazini Júnior, que explanou também sobre o assédio no ambiente de trabalho, os tabus que envolvem o fato das mulheres não procurarem os órgãos de defesa e proteção judicial, bem como o fato dos temas assédio moral e sexual ainda serem considerados tabus e muito pouco denunciados.
Maurício Júnior ainda teceu informações pertinentes sobre a Lei Maria da Penha, considerada pela ONU (Organização das Nações Unidas), como uma das três melhores legislações mundiais de enfrentamento à violência contra a mulher.

Presidente destaca a importância das mulheres na política
O presidente da Escola do Legislativo, vereador professor Clayton Nery, falou sobre a participação das mulheres na política. “De nada adianta leis eleitorais obrigando partidos a terem 30% de candidatas mulheres se as mesmas não se interessarem. Não são leis que irão mudar esse quadro e sim a mudança de cultura e que as mulheres precisam se interessar mais pela política” reforçou o parlamentar.

Entenda o Parlamento Jovem
O Parlamento Jovem é um projeto de educação política, ética e cidadania, oferecido anualmente a estudantes regularmente matriculados no Ensino Médio. É um projeto ALMG (Assembléia Legislativa de Minas Gerais), em parceria com a PUC Minas, sendo realizado por 88 municípios mineiros, dos quais, Machado teve o privilégio em integrar.
O PJ consiste na participação de oficinas semanais, além da participação nas plenárias municipal, regional e estadual. A formação política do jovem vai além da simples aquisição de conhecimento e informação. Ao se preparar para as diferentes etapas do PJ, o jovem é desafiado a refletir e a propor soluções para os diversos problemas em sociedade, avançando nos conceitos de política, representação e cidadania.
Machado desenvolve o Parlamento Jovem desde 2015 e desde então, muitos jovens integraram o projeto e hoje atuam no PJ como estudantes-monitores.

 

Câmara de Machado: construindo um novo tempo!