Dúvidas sobre o Processo Seletivo? A Câmara esclarece

Confira a lista dos classificados para a próxima fase
17 de janeiro de 2019
Revitalização da Praça do Jardim das Oliveiras
21 de janeiro de 2019

 

A Câmara Municipal abriu recentemente um Processo Seletivo para avaliar profissionais para os cargos de Gerente Administrativo, Auxiliar Administrativo e Assessor Parlamentar. Para esclarecer sobre as informações e tirar as dúvidas dos interessados e participantes, confira:

Como funciona a escolha dos profissionais?

O Processo Seletivo conta com a fase de análise curricular, prova escrita e entrevista. O método foi pensado para permitir que todas as pessoas que se sentissem aptas pudessem participar.

Quem realiza a análise dos currículos?

Uma comissão foi designada para a função, tais pessoas são efetivas e avaliaram os currículos recebidos. É importante salientar que nenhum profissional pode favorecer alguma pessoa, pois, conforme cita no edital, parentes e pessoas próximas a servidores e vereadores não puderam concorrer as vagas.

Quais os critérios para a avaliação do currículo?

Foram avaliadas as experiências profissionais e a formação. Pessoas com pós-graduação somaram mais pontos, quem já trabalhou no setor público também e, ainda, quem tem experiência na área de interesse. Foram desclassificados os currículos com documentação solicitada incompleta, pessoas que residem em outras cidades, mas todos que enviaram os currículos tiveram a avaliação realizada.

Por que não foi divulgada uma lista com os nomes e sim com os números?

Para que aja imparcialidade. Como se trata de uma análise de currículo foi proposto que apenas após a realização da prova escrita fossem constados os nomes para a entrevista. Os candidatos selecionados, além de poder conferir os números, receberam e-mails e ligações.

Outros locais não realizam este tipo de processo, ele é válido?

Sim. Para entender melhor, este tipo de contratação acontece, geralmente, por indicação, sem que haja critérios além da vontade do Presidente da Casa Legislativa. Neste caso o processo foi feito de tal forma para que nem mesmo o Presidente da Câmara, vereadores ou outras pessoas tivessem acesso aos candidatos, somente servidores que observaram o currículo. A entrevista também é legítima, assim como as empresas fazem, o setor público pode escolher este método para contratação de cargos comissionados.

Meu número não constou, como posso saber se meu currículo foi avaliado e porque não passei?

No ato da inscrição foi recebido um protocolo, ele é sua garantia de inscrição. Foram feitas mais de 300 inscrições e todas foram avaliadas. Caso queira saber mais sobre o seu caso em específico entre em contato com a Câmara Municipal para mais esclarecimentos.

 

Ainda tem alguma dúvida? Entre em contato conosco, estamos a disposição para esclarecer!