Denúncia na distribuição de cestas básicas, falta de transparência e entre outros temas são discutidos na 12ª Reunião Ordinária

Vereadores enviam pedido de investigação ao Ministério Público da Comarca de Machado
12/05/2020
Vereador Clayton Magalhães Nery denuncia Prefeito Municipal por infrações político-administrativas
19/05/2020

Na segunda-feira (11) aconteceu a 12ª Reunião Ordinária, de portas fechadas e tomando-se as devidas medidas preventivas contra o Covid-19, para a votação de projetos, requerimentos e ofícios.

Abaixo os principais temas abordados pelos vereadores:

“Que a denúncia das cestas básicas seja analisada e feita a justiça!” (Vereador Peixinho)

O Vereador Adriano Viana (Peixinho) mencionou sobre a perseguição que os vereadores estão sofrendo por parte da Prefeitura Municipal.

Assim que se deu início a distribuição das cestas básicas está solicitando esclarecimentos do Executivo sobre os critérios de recebimento. Contudo, recentemente receberam as respostas através da denúncia da ex-servidora Aline Branquinho Caixeta. Exigiu que a justiça seja feita!

“Não vão me intimidar. Estou cumprindo o meu papel!” (Vereador Clayton Magalhães Nery)

O Vereador Clayton Magalhães Nery cobrou novamente uma posição da situação da Rua Prof. José Cândido, próxima ao CIC, que está colocando pedestres e moradores em risco.

Abordou também sobre os problemas da Rua Espanha, que também está sem solução. Além disso, mencionou que já foi notificado com 7 processos judiciais da Prefeitura Municipal e disse que não irá se intimidar, pois está cumprindo o seu papel. 

“Prefeito merece o título de inimigo da transparência” (Vereador Erivelto Ângelo)

O Vereador Erivelto Angelo, em sua fala enfatizou que o histórico de falta de informações não cedidas pela prefeitura deixará o prefeito com o título de: “Prefeito Inimigo da Transparência”.

O retrato desta gestão se resume a situação da Rua Prof. José Cândido (Rua do Colégio) com problemas e obras intermináveis. O MP instaurou inquérito após denúncia de Erivelto e Clayton Nery.

O edil sugeriu para que seja fechado o acesso na Alameda Argentina, no bairro Jardim América, já que os moradores estão reclamando do trânsito perigoso e a via que liga ao bairro dos Caixetas também é asfaltada.

Erivelto mencionou que Machado é um dos únicos municípios da região que não possui Conselho de Trânsito, órgão que analisa estes tipos de caso.

O vereador disse que a denúncia feita pela ex-servidora Aline Branquinho é extremamente grave e a Câmara tem obrigação de abrir investigação.O uso eleitoreiro nesse momento tão difícil se comprovado é inadmissível.

“Precisamos do retorno dos requerimentos enviados à Prefeitura Municipal” (Vereador Alemão)

O Vereador José Pereira Lima Filho (Alemão) reclamou da falta de retorno dos ofícios e requerimentos enviados à Prefeitura Municipal. Cobrou uma posição sobre a restauração do Castelinho da Praça, monumento histórico de nossa cidade, e a fonte luminosa que se encontra em frente a Loja Pernambucanas.

“Parabenizo o trabalho dos profissionais da saúde que estão lutando contra o Covid-19” (Vereador Matheus Jovem de Deus)

O Vereador Matheus Martins Domingues (Jovem de Deus) aproveitou a sua fala para parabenizar a todos os profissionais e a Secretaria de Saúde pelo trabalho que vem sendo feito para combater o Covid-19. Alertou a população sobre os riscos e pediu para que todos adotem as medidas preventivas.

Para finalizar, solicitou a Operação Tapa Buracos no Bairro do Jardim das Oliveiras, agradeceu pela instalação das tendas na fila da Caixa e frisou que a UTI será implantada. 

Me entristeço pela falta de transparência pública.” (Vereadora Renata Dias)

A Vereadora Renata Teixeira Dias iniciou a sua fala comentando sobre a denúncia da ex-servidora Aline Branquinho Caixeta que relatou a compra de cestas básicas pela Prefeitura Municipal e a sua distribuição sem critérios.

Se entristeceu sobre como o Decreto Municipal de dispensa de licitação foi utilizado pelo município e pela falta de transparência. Reafirmou que continuará cobrando e realizando o seu papel que é de fiscalizar e apontar os erros. 

“Não podemos fazer dos problemas do município um palco político”. (Vereador Melão)

O Vereador Messias Ferreira Martins (Melão) demonstrou a sua indignação sobre a denúncia da ex-servidora Aline Branquinho Caixeta em plena época de pandemia e das autoridades estarem fazendo palco político dos problemas do município para se promoverem.

Destacou que não será omisso, que irá fiscalizar e reforçar o seu compromisso com Machado. Além disso, frisou que ele juntamente com os demais vereadores sempre destacaram a importância da construção da UTI e lembrou que o Prefeito Municipal se comprometeu em cumprir com o Projeto de Lei criado. 

“Esse era para ser um momento de união para ajudar os cidadãos machadenses” (Vereador Maycon Willian)

O Vereador Maycon Willian mencionou que esse era para ser um momento em que os poderes Legislativo e Executivo precisariam estar unidos para ajudar os cidadãos machadenses, contudo, ressaltou que a Câmara Municipal sempre aprovou projetos que favorecem a população.

A respeito da denúncia da ex-servidora Aline Branquinho Caixeta comentou sobre o desvio de finalidade na distribuição de cestas básicas para tirar proveito eleitoral.

Além disso, o vereador apontou vários pontos que comprovam que a Prefeitura Municipal não está preocupada com as urgências de Machado. Frisou que está sendo perseguido e penalizado por estar cumprindo o seu papel e que não será omisso.

Seja um cidadão ativo. Acompanhe as reuniões da Câmara Municipal de Machado,toda segunda-feira, às 18h, na nossa página do Facebook.